Filho descobre aos 39 anos que foi trocado na maternidade

Após ter sido alvo de piadas durante anos, Richard Firmino decidiu pedir um exame de DNA para confirmar se era mesmo filho biológico de Dona Maria e Seu Firmino. Para sua surpresa, o resultado deu negativo e o homem descobriu, aos 39 anos, que fora trocado na maternidade.

As informações são do portal R7.

O caso ocorreu em Sete Lagoas, Região Central de Minas Gerais. Pais e filho acreditam que houve uma troca de bebês na maternidade onde ocorreu o parto, em um hospital de Divinópolis, 120 km de Belo Horizonte.

Richard nasceu no dia 15 de fevereiro de 1977 e, por conta de complicações no parto, a mãe não viu o bebê assim que ele nasceu. Mais tarde, seu Firmino foi ao berçário conhecer o primogênito que, apesar de não se parecer com ele – um senhor muito branco e de olhos claros – não despertou desconfiança. Segundo Firmino, ele notou que o filho era moreno, mas ainda assim parecido com a família da mãe.

Depois que o casal teve mais duas filhas – brancas e de olhos claros -, Richard passou a ouvir piadas e comentários de mau gosto, mas preferiu ignorar. Foi em 2015 que a família decidiu colocar um ponto final na história e realizar o exame de DNA.

Enquanto esperavam o resultado, a família até brincou sobre emoldurar o exame na parede para quem insistisse nas brincadeiras. O resultado saiu 10 dias depois, mas ao contrário das expectativas, apontou que Richard não era filho biológico do casal.

Com o resultado, a família foi até o Hospital de Divinópolis, mas o local não forneceu os registros dos nascidos no dia 15 de fevereiro de 1977. Foi preciso acionar a Justiça para tentar o acesso aos documentos.

O que começou como uma brincadeira virou o começo de uma séria história de negligência hospitalar. A família recorreu às redes sociais para buscar os nascidos na mesma data e no mesmo local de Richard, enquanto espera uma resposta da Justiça. Até agora, sete pessoas já fizeram teste de DNA, mas nenhuma foi compatível.