William Bonner revela que filho teve CPF usado no auxílio emergencial

O apresentador William Bonner usou o perfil do Twitter nesta quinta-feira (21) para denunciar o uso de dados de um dos seus filhos, Vinícius, em uma fraude para receber o auxílio emergencial de R$ 600 do governo.

“O que vem à tona é grave. Pelos critérios do programa de auxílio emergencial, alguém nas condições sócio-econômicas do meu filho não tem direito aos R$ 600 da ajuda. Portanto, quem quer que viesse a usar o nome, o CPF e dados pessoais dele deveria receber como resposta ao pleito um ‘não’. Mas, pelo que vimos ao consultar o site do Dataprev, o pedido de auxílio feito por um fraudador foi aprovado”, afirmou ele.

Bonner ainda explicou que não sabe se a pessoa que usou os dados do filho conseguiu ter acesso ao dinheiro: “O fraudador provavelmente indicou que não tinha conta bancária e abriu a conta específica da Caixa – a que, obviamente, meu filho não tem acesso. Portanto, sequer sabemos se o dinheiro foi depositado e se foi sacado”.
Na rede social, o jornalista revelou também que o CPF do herdeiro foi usado para outros crimes. “Estelionatários têm usado há 3 anos o nome e do CPF de meu filho para fraudes, como a abertura de empresas ou a contratação de  serviços de TV por assinatura, entre outras”, contou.
Redação iBahia