Adolescente de 17 anos de Maracás foi resgatada de cárcere privado

Uma adolescente de 17 anos natural da cidade Maracás foi resgatada de um cárcere privado na última segunda-feira (28), na Zona Oeste do Rio, por policiais militares. A jovem era mantida presa em casa pelo próprio primo, que também abusava sexualmente dela. O primo não foi encontrado.

A Polícia Militar encontrou a menina em um apartamento no bairro do Itanhangá. Ela teria ido para o Rio de Janeiro com a promessa de trabalhar com o primo, Antônio Marcos. Segundo a PM, o primo na verdade aplicava golpes pela internet, vendendo produtos que nunca eram entregues aos compradores. A jovem disse que queria voltar para a Maracás para ficar com mãe, mas foi impedida.

Segundo a denúncia da mãe, Antônio exigiu R$ 2,5 mil para a menina voltar para casa. A mãe acionou o Conselho Tutelar do Município de Maracás, e a denúncia chegou até a polícia no Rio de Janeiro. ”Equipes do 31º BPM foram até o local, fizeram buscas e encontraram a jovem. Dois homens também acabaram presos”, explicou o porta-voz da Polícia Militar, major Iva você Blaz. Antônio Marcos, porém, não foi encontrado.

Jair Medrado/ Criativa On Line/Foto: Polícia


There is no ads to display, Please add some