Eleições 2020: Ex-atletas e famosos fracassam nas urnas pelo Brasil

Diferente de Thammy Miranda (PL), alguns famosos sofreram com as derrotas nas urnas pelo Brasil, neste domingo (15) de Eleições 2020. Muitos esportistas que tentaram vaga na política, por exemplo, perderam, como Maurren MaggiMarcelinho CariocaPopó e Diego Hypolito.

O ex-ator pornô Kid Bengala (PTB) teve 953 votos, Victor Mionzinho (Novo) conquistou 2.171 votos e Nenem, da dupla Pepê e Nenem, (Pros) garantiu apenas 826 votos. O biomédico Dr. Bactéria (PSD), teve 3.568 votos; e o consultor de etiqueta Fábio Arruda (PSL), 809 votos. Todos esses famosos perderam na disputa.

Marcelinho, do PSL, tinha 7,5 mil votos e Diego Hypolito, do PSB, contabilizou 3,7 mil votos. Ambos concorrem a uma vaga de vereador em São Paulo. Mauren Maggi, medalhista de ouro em Pequim no atletismo, conseguiu 6,2 mil votos pelo DEM, mas não ficou nem entre as 10 primeiras do partido.

O ex-corintiano e ex A Fazenda Dinei (Republicanos) teve 2,9 mil votos e o ex-UFC Matheus Serafim, do mesmo partido, ficou com somente 3,4 mil votos. A medalhista olímpica Kelly do Basquete (PTB) não chegou a 500 votos.

O ex-boxeador Arselino Popó concorreu a vice na chapa de Celsinho Cotrim (PROS), que teve somente 1,5 mil votos para a prefeitura de Salvador, apenas 0,1% do total.

 

Fonte e foto:

RD1