Filha de Flordelis admite ter pago R$ 5 mil para irmã matar pastor

Foto: Reprodução

A filha biológica da deputada federal Flordelis (PSB-RJ), Simone dos Santos Rodrigues, revelou nesta sexta-feira (22) ter dado dinheiro para que sua irmã Marzy Teixeira, matasse o pastor Anderson do Carmo em junho de 2019. Ela admitiu ter colaborado no assassinato de seu padrasto durante o interrogatório dos acusados depois do recesso do Judiciário.

O valor pago a Marzy seria de R$ 5 mil. Simone disse que sofria muitas investidas sexuais de Anderson quando ela foi diagnosticada com câncer, em 2012.

“Ele sempre demonstrou (interesse), mas começou a dar a entender em 2012, quando ele começou a pagar meu tratamento. Ele falava para eu olhar para ele com carinho. Disse que se eu não andasse na cartilha dele, ele não pagaria meu tratamento”, contou a filha da parlamentar em depoimento.

Simone revelou ainda que chegou a flagrar Anderson se masturbando no pé de sua cama. Ela relatou também que o pastor subia ao seu quarto “de manhã e de noite” e disse que sentia medo de ser violentada.

“Não havia um plano (do assassinato). Só estava desesperada. Todos os dias, ele subia no meu quarto de manhã e à noite. Mas eu nem acreditava que ela (Marzy) teria coragem de fazer isso de fato. Entreguei a ela o dinheiro e depois não soube de mais nada”, revelou ela.

Interrogada se Flordelis sabia da intenção de matar Anderson, Simone afirmou que a deputada não sabia de nada, nem mesmo das investidas do pastor. Ela negou que estivesse em casa na noite do crime e negou participação nas tentativas de homicídio.

Celulares jogados no mar

Simone, admitiu, no entanto, que atirou no mar os celulares da vítima, de Flordelis e de Flávio dos Santos, filho da deputada acusado de ter atirado em Anderson. A filha de Flordelis está presa desde agosto do ano passado.
Anteriormente, testemunhas do processo contaram que Simone e Anderson foram namorados antes de o pastor começar a se relacionar com Flordelis. A mãe de Anderson, Maria Edna do Carmo, relatou em seu depoimento à Polícia Civil, em junho de 2019, ter ficado sabendo de que Anderson e Simone estavam tendo um caso amoroso. Apesar dos relatos, Simone negou que tenha sido namorada de Anderson.

 

Por: Estado de Minas


There is no ads to display, Please add some