Pai tenta defender filha durante briga com a mãe e morre esfaqueado

Um homem de 35 anos foi morto com um golpe de faca pela esposa após tentar defender uma das três filhas do casal durante uma briga com a genitora. O caso aconteceu no domingo (10), na cidade de Carapicuíba, na Grande São Paulo.

De acordo com informações da TV Record, a mulher, identificada como Bruna, chegou em casa depois de sair para beber e encontrou as três filhas de 12, 9 e 4 anos, ao lado do pai, em um dos cômodos da casa da família.

A mãe pediu para que uma delas, a de 12 anos, fizesse arroz. A menina, por sua vez, alegou que estava cansada e que iria dormir, o suficiente para que Bruna brigasse com a adolescente.

O pai, o pedreiro Williams da Silva, de 35 anos, tentou intervir na briga, mas acabou sendo esfaqueado na barriga pela esposa. Antes de ser golpeado, ele reclamou que a mulher saía, bebia, chegava tarde em casa e brigava com as filhas sem motivos.

Depois de acertar Williams, a mulher não prestou socorro, em vez disso, foi até a casa de um vizinho, que não sabia do crime. Na casa, ela tomou banho, antes de fugir.

A mãe da vítima mora no andar de baixo da casa do filho, mas não ouviu a discussão do casal. Ela disse, em entrevista à TV Record, que foi acordada com o pedido de socorro de uma das netas.

“Minha neta disse: ‘vó, meu pai ia descer as escadas para te pedir socorro, eu ainda acho que ela não deixou. Ela [neta] não batia na porta, ela queria arrebentar a porta, muito nervosa e chorando e diz: ‘vó, chama a polícia, minha mãe acabou de matar meu pai”, narrou Maria Eliene da Silva.

A irmã do pedreiro diz que Bruno se conecta às redes sociais, mas não atende as ligações e nem responde as mensagens. A cunhada pede para que ela se entregue à polícia. “Ele era uma pessoa do bem, trabalhadora e brincalhona. Fazia serviço para quem quisesse. Ele morreu no meu ombro. Eu quero justiça, quero que encontrem ela e que ela vá presa e pague”, disse Elaine.

Por

Forte na Noticia


There is no ads to display, Please add some